Arte final, uma etapa importante do projeto, fique atento.

Quando iniciamos um projeto gráfico devemos nos preocupar, além do visual, com a parte técnica, muitos consideram esta etapa um pouco chata, mas dela depende todo o sucesso do nosso impresso. A arte final é um momento delicado do projeto e deve ser feita por um profissional especializado no procedimento.

 

Para você que está iniciando neste departamento fique atento algumas dicas:

 

Cores: Quando falamos em cores impressas estamos nos referindo ao padrão CMYK ou Pantones (no caso da utilização de cores especiais). Muitos iniciantes pecam ao enviar seus arquivos para gráfica no perfil RGB. O RGB é o padrão para visualização em monitores e sua conversão direta para o padrão CMYK não é exata, por isso ao converter verifique com uma tabela impressa se a cor é realmente a que você e seu cliente desejam.

 

Formatos: Procure trabalhar dentro de um formato com bom aproveitamento de folha. Evite o desperdício de papeis, pois você encarece o seu impresso e não contribui para o meio ambiente. As gráficas fornecem o tamanho de suas folhas, com esta informação fica mais fácil você calcular o melhor aproveitamento.

 

Resolução: Seu arquivo deve ter pelo menos 300 dpis de resolução.

 

Marcas de corte: As marcas de corte indicam onde sua arte será cortada, Não se esqueça de deixá-las na cor de registro.

 

Sangra: É uma margem de pelo menos 0,5 cm além do tamanho total da sua arte, tanto na altura, quanto na largura, assim se no momento do corte ocorrer um deslocamento sua arte não sofrerá danos.

 

Marcas de Dobra: Indicam onde seu impresso será dobrado ou vincado.

 

Faca de Corte: Se a sua arte tem um corte especial é necessário você elaborar o desenho deste corte para que a gráfica possa fazer a faca de corte.

Acabamentos Especiais: vernizes localizados, vernizes texturizados, hot stamping, dobras, grampos, facas de corte, plastificações etc… Estas devem ser indicadas na arte.

 

Fontes: a gráfica pode não ter a fonte que você utilizou no seu documento, então para evitar troca de tipografia, converta em curvas suas fontes, ou então, envie as fontes usadas junto do documento.

 

Links: Alguns programas gráficos como Ilustrator e Free hand trabalham com a opção de imagens likadas. Se estiver trabalhando com esses programas envie as imagens junto com seu arquivo.

 

Estas são algumas ações importantes na arte final, claro se você deseja ser um arte-finalista deve se aprofundar bem mais. Independente da complexidade do seu projeto esta é uma etapa que requer muita atenção. Outra dica é esclarecer todas as dúvidas com a gráfica que está prestando o serviço a você, elas contam com profissionais qualificados e que geralmente estão abertos a nos ajudar. Bom trabalho para vocês.